Diabetes, a quem dizer?


Diabetes, a quem dizer?

A comunicação entre as pessoas, por vezes, se torna difícil, pois o entendimento nem sempre se sobrepõe às emoções ou os medos.

No caso da Diabetes, compartilhá-lo com as pessoas que vão além de seu círculo familiar próximo pode ser um verdadeiro desafio. Há aqueles que preferem não mencionar em determinadas situações e contextos, o que é totalmente respeitável, mas é preferível que certas pessoas o saibam.

Informar as pessoas sobre o seu Diabetes vale a pena, pois quanto mais se falar, nesta condição, as pessoas se vão interessar mais e muito provavelmente quebrarão com muitos mitos que a desinformação gera em torno desta condição. Cuidado, não se trata de que se torne um pretexto nem que seja utilizado para tornar-se a vítima.

Aqui algumas dicas sobre quem e quando lhe dizer

Sua família. É até recomendável que as crianças saibam sobre os cuidados básicos e como se comunicar com os serviços de emergência.
As pessoas com quem passas mais tempo. Neste caso, informar no seu local de trabalho seja a seu chefe direto na escola para algum amigo ou colega de trabalho próximo. Isso pode fazer a diferença durante uma emergência médica.
O seu parceiro. É importante que alguém tão perto de você saber como tratar uma baixa ou uma alta em glicose, assim como as rotinas diárias em relação ao Diabetes.
Quando não come em casa. É importante que, em uma reunião, o anfitrião saiba as medidas que você deve tomar em relação à alimentação, mas também existe a possibilidade de que as suas definições o que você vai comer com o seu manejo do Diabetes.

Por último, é natural que não em todas as situações sinta que deve comunicar a sua Diabetes, mas quando e onde não fazê-lo é uma decisão que depende de ti. É um tema um pouco complicado, mas com certeza tomes a melhor decisão.

Artigos

Leave a Reply